TRT-RN recomenda ações de combate e prevenção ao assédio moral durante a pandemia

Imagem mostra homem com as mãos na cabeça

Tem início na próxima segunda-feira (11) a Semana Nacional de Combate e Prevenção ao Assédio Moral. No Rio Grande do Norte, a temática, que se tornou ainda mais pertinente em razão da pandemia em curso e da vulnerabilidade do trabalhador, será tratada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN).

A juíza Simone Jalil, uma das coordenadoras do programa “Trabalho Seguro” no Estado, alerta para a gravidade do assédio a que muitos empregados estão expostos. “O assédio moral é uma violência contra o trabalhador, interferindo na sua identidade e dignidade, com potencial de provocar sérios danos psicológicos e físicos”, ressalta ela.

Com a crise social provocada pelo novo coronavírus e a consequente fragilidade do emprego, a magistrada alerta que se faz necessário investir ainda mais em estratégias de combate ao assédio a fim de se evitar danos maiores a integridade física e psicológica do trabalhador.

O TRT-RN tem a sua própria política de combate e prevenção ao assédio moral, que considera como violência no trabalho “qualquer forma de assédio moral e sexual praticado no âmbito laboral”.

Segundo Simone Jalil, organizações públicas e privadas tem o dever de manter ações estratégicas de caráter preventivo, principalmente a conscientização de trabalhadores e gestores quanto ao problema, e de enfrentamento ao assédio no local de trabalho.

“A violência psicológica sofrida pela vítima leva a problemas de autoestima, falta de motivação, depressão e até alcoolismo”, destaca ela, que complementa: “Situações que não atingem só ao trabalhador, mas refletem no espaço familiar, causando, não raro, a desestruturação da família, divórcio, abandono, e, na sua forma mais grave, o suicídio”.

A Semana, instituída pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), tem por objetivo propiciar a conscientização e a discussão a respeito do assédio moral, sensibilizando a sociedade sobre o tema e promovendo proteção contra a violência no trabalho.