TRT-RN celebra resultados positivos e orienta para melhorias no Dia Mundial da Energia

Imagem mostra placas de energia solar

29 de maio foi a data escolhida para marcar o Dia Mundial da Energia, que tem o objetivo de informar sobre a importância do uso consciente do serviço, além de incentivar a utilização das energias renováveis.

O Dia Mundial da Energia surgiu a partir de uma iniciativa da Direção Geral de Energia de Portugal, em 1981. Desde então, na data, em todo o mundo, instituições e governos promovem debates sobre desperdício de energia, aproveitamento máximo da luz natural do sol, compras conscientes e equipamentos econômicos, além dos impactos do consumo da energia para o meio ambiente.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), de 2000 a 2013, mais de 5% da população mundial obteve acesso à eletricidade (de 79,313% para 84,58%). Para os próximos anos, de acordo com a ONU, a tendência é aumentar a demanda por energia barata. Contudo, combustíveis fósseis e suas emissões de gases de efeito estufa provocam mudanças drásticas no clima.

O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) acredita que, além de acesso para todos, a energia é um serviço que deve ser utilizado de maneira sustentável e consciente.

Dessa forma, pensando coletivamente, o TRT-RN aderiu à Agenda 2030 da ONU, em 2019, e comprometeu-se em cumprir os seus 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030. Dentre eles, há o ODS nº 07 (Energia limpa e acessível) que busca “assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível a energia para todos”.

As orientações da ONU para as instituições e governos é para execução de metas focadas na transição energética, de fontes não renováveis e poluidoras, para fontes renováveis limpas. Aliando a condutas já estabelecidas e a sua adesão à Agenda 2030, o TRT-RN tem realizado medidas de conscientização que geraram resultados positivos em sustentabilidade e economia energética ao longo dos últimos anos.

Entre 2014 e 2019, o TRT-RN diminuiu o consumo de energia elétrica de 3.159.186 kWh para 2.455.127 kWh: uma redução de 22%. Os dados foram divulgados no Relatório Anual de Acompanhamento do Plano de Logística Sustentável do Tribunal.

O número foi resultado de uma mudança no horário de funcionamento do Tribunal e das Varas do Trabalho e da compra de cinco mil lâmpadas de LED para substituir as fluorescentes e a aquisição de aparelhos de ar-condicionado mais eficientes.

Também segundo o Relatório, durante o ano de 2020, houve no TRT-RN uma redução de 41,5% no consumo de energia elétrica. O resultado garantiu uma economia de R$ 492.546,93 entre 2019 e 2020.

Nos próximos anos, a expectativa do TRT-RN é reduzir ainda mais os valores gastos com energia devido à instalação, em dezembro de 2020, de 11 usinas fotovoltaicas, que utilizam luz solar para geração de energia elétrica, em imóveis do Tribunal nas cidades de Natal, Assu, Caicó, Ceará-Mirim, Currais Novos e Macau. O investimento total nesta etapa foi de R$ 1.337.450,00 para uma que geração anual de 680mil kWh em energia. Com a medida, haverá uma economia de R$ 296 mil por ano para o Tribunal.

O projeto será realizado em cinco etapas, durante cinco anos, com um valor total estimado de investimento na ordem de R$ 4.800.000,00 e a meta do projeto é gerar 80% da energia que o TRT-RN consumiu durante todo o ano de 2019, ou seja, 2.455.127,20 kwH.

Há também uma previsão para modernização da subestação de energia elétrica da sede do Tribunal, com ampliação da capacidade de 975 kVA para 1500 Kva.

Evite o Desperdício

1- Desligue as lâmpadas e troque pelas econômicas

Não acenda lâmpadas sem necessidade e faça trocas inteligentes. Substitua lâmpadas comuns pelas econômicas que, ainda que mais caras que as convencionais, resultam em economia no final do mês. Pintar as paredes com cores claras ajudam com que a luz do sol seja mais refletida.

2- Preste atenção ao uso do celular e computador

​Observe o tempo de carregamento da bateria de seu celular e computador e retire sempre o carregador da tomada quando o aparelho estiver totalmente carregado. Também é importante desligar o monitor do computador durante as pausas no trabalho, pois a tela ligada é responsável por cerca de 70% do consumo de energia do equipamento. E, nunca deixe um eletrônico ligado caso não esteja sendo utilizado.

3- Tire os aparelhos eletrônicos da tomada

Manter os aparelhos ligados em modo stand-by (modo de espera) gasta energia. Os aparelhos em stand-by podem representar 12% do consumo de uma casa. Já com os computadores, a dica é: se a pausa em uma atividade com o eletrônico for pequena – mais ou menos de 15 minutos – o melhor é deixá-lo ligado, desativando o monitor. Porém, se for uma pausa longa, o ideal é desligar o aparelho para evitar o consumo e desperdício de energia elétrica.

4- Planeje as suas refeições

Se você souber com antecedência o que pretende comer, irá economizar muita energia elétrica com o descongelamento de alimentos no micro-ondas, um dos usos mais comuns do eletrodoméstico. Para isso, faça o descongelamento dos alimentos que irá utilizar na véspera, de preferência na geladeira, e com isso economize energia.

5- Evite abrir e fechar a geladeira várias vezes

Organizar as compras e guardar todos os alimentos de uma só vez na geladeira traz uma boa economia de eletricidade. A cada vez que a porta da geladeira é aberta e fechada, o ar quente entra e é preciso usar muita energia para resfriá-la novamente. Se você guardar tudo na geladeira de uma só vez, abrindo e fechando a porta uma vez, a economia de eletricidade ao longo de um ano equivale à quantidade gasta no funcionamento da geladeira por um a dois meses. Lembre-se: a geladeira é um dos itens que mais consome energia elétrica em uma casa.

6- Atenção ao ar-condicionado

Por ser um equipamento que demanda muita energia, é possível tomar algumas atitudes para otimizar o uso do ar-condicionado, como evitar a abertura das portas no local onde o ar condicionado está ligado e manter os filtros do aparelho sempre limpos, assim não prejudicará a circulação do ar.

7- Atenção ao banho

Chuveiros elétricos podem ser considerados como um dos grandes vilões no consumo de energia. Por isso, é importante controlar seu banho e não deixar o chuveiro ligado por muito tempo. Normalmente os chuveiros têm uma chave com 3 posições: Inverno, Desligado, Verão. Deixar a chave na posição Verão pode garantir uma economia de até 30% de energia no aquecimento da água. Além disso, evite ligar o chuveiro nos horários em que muitos outros aparelhos estejam ligados, pois ele sobrecarrega a rede de energia elétrica. Outra dica é controlar o tempo de banho para economizar energia e água!

Com essas e outras atitudes é possível economizar recursos, preservar insumos, e contribuir de forma sustentável com o meio ambiente.

Participe desta corrente!