RAE apresenta resultados do primeiro semestre e traça estratégias para os próximos meses

imagem mostra a RAE

O Comitê de Governança e Gestão Estratégica e Participativa do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (RN) realizou a segunda Reunião de Análise da Estratégia (RAE) quadrimestral do tribunal, quando foram apresentados o Relatório de Resultados do primeiro semestre de 2022 do Plano Estratégico 2021-2026, a Revisão do Plano Estratégico e o resultado da proposta consolidada de metas da Justiça do Trabalho para 2023 (PIME).

Na RAE, os participantes tiraram dúvidas e discutiram metas com a Divisão de Governança Institucional (DGI) e com a Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica (CGEST) do TRT-RN, além de terem debatido estratégias para o atingimento das metas e cumprimento dos objetivos estratégicos de 2022. 

A presidente do TRT-RN, desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, participou da RAE e ressaltou a relevância da adoção de ações de inovação pelo tribunal. “Os desafios enfrentados pela Justiça do Trabalho requerem ações inovadoras para que sejam solucionados e estamos caminhando nesta direção. Vejo isso positivamente", avaliou a magistrada.

Após o encontro, o Setor de Estatística da Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica (CGEST) divulgou o Relatório de Resultados do primeiro semestre de 2022 do Plano Estratégico 2021-2026 do TRT-RN (clique aqui). 

Consulta Pública

No final do mês de julho, o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) divulgou a proposta inicial de Metas para 2023 como resultado da consulta pública realizada nacionalmente no mês de junho dentro dos Processos Participativos da Justiça do Trabalho. 

De acordo com o relatório, 3.799 pessoas responderam ao questionário que resultou em um grau de 81% de satisfação com a Justiça do Trabalho.