Estratégia do TRT-RN monitora desempenho tático setorial para alcance dos objetivos do Tribunal

Imagem mostra uma pessoa colocando uma seta em um alvo

A Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica (CGEST) do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) realizou, nessa terça-feira (7), uma reunião para monitoramento do desempenho tático da Justiça do Trabalho do Rio Grande do Norte no primeiro semestre de 2020.

O Plano Tático Institucional (PTI) é composto por 17 Planos Táticos Temáticos (PTTs), cada um deles contemplando iniciativas de inovação em projetos de melhorias de processos organizacionais e de capacitação, que contribuem para o alcance dos objetivos estratégicos no âmbito do Tribunal.

Como explica a Coordenadora de Planejamento e Gestão Estratégica do TRT-RN, Karla Sousa da Motta, o PTI tem um horizonte de dois anos e a partir das iniciativas que requerem recursos orçamentários, é elaborado o Plano Anual de Contratações (PAC).

Durante o encontro, ficou acertado que os gestores dos PTTs fornecerão até o dia 15 deste mês os resultados alcançados de janeiro a junho de 2020 e os eventuais planos de recuperação de desempenho, os quais serão consolidados pela CGEST e submetidos aos Comitês Temáticos pertinentes e ao Comitê de Gestão Estratégica.

Serão também incluídas pelos gestores datas para a realização das iniciativas pertinentes ao segundo semestre de 2020.

O Projeto Desdobramento e Alinhamento da Estratégia contribui para o alcance dos dez objetivos estratégicos do Tribunal, relacionando-se diretamente ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 16 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes, da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).