CSJT destaca desempenho do TRT-RN no cumprimento do Planejamento Estratégico 2015-2020

Imagem mostra visão aérea do TRT-RN

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) realizou encontro com representantes de todos os Tribunais do país para uma revisão da Estratégia Nacional 2021-2026 e monitoramento do Plano Estratégico, além da avaliação dos resultados dos Processos Participativos realizados em todos os estados e das propostas para as Metas Nacionais 2022.

Durante a reunião, o CSJT apresentou também os resultados do Plano Estratégico da Justiça do Trabalho 2015-2020 com destaque para o desempenho do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) no alcance de algumas das Metas Nacionais.

Segundo o Conselho, o TRT-RN cumpriu durante o ciclo de gestão 2015-2020 as metas do Plano Estratégico da Justiça do Trabalho. Com o resultado, o Tribunal do Trabalho da 21ª Região obteve o maior Índice de Alcance de Metas (IAM) médio do período ao lado dos TRTs da 13ª e 19ª Região.

Além desse indicador, o TRT-RN alcançou, no período, a Meta do IPA, de Índice de Processos Antigos. O IPA faz parte do objetivo de ‘assegurar a celeridade e a produtividade na prestação jurisdicional’ a partir de uma relação entre processos antigos julgados e processos antigos distribuídos.

De acordo com as informações do CSJT, o TRT-RN alcançou ainda o Índice de Execução (IE) no ciclo de gestão 2015-2020, que é a relação entre execuções baixadas e as iniciadas, bem como cumpriu integralmente o Índice de Execução do Orçamento Disponibilizado (IEOD) ao longo dos anos.

Entre as Metas relacionadas aos Tempos Médios de Duração dos Processos, o TRT-RN alcançou êxito durante todo o ciclo no cumprimento do objetivo para a 1ª instância, o TMDP1 (Dias). Além do TRT do Rio Grande do Norte, apenas o TRT São Paulo alcançou o mesmo resultado, sendo o maior Tribunal do Trabalho do país.

Por fim, o Conselho informou que o TRT-RN atingiu, de 2015 a 2020, o Índice de Ações Coletivas Julgadas no 2º grau (IACJ2), que faz parte da Meta 8 em uma relação entre as ações coletivas julgadas e as distribuídas.

Com a finalização do ciclo 2015-2020, um novo Plano Estratégico da Justiça do Trabalho foi desenvolvido e aprovado pelo CSJT no mês de março.

Confira o novo documento: https://bit.ly/3kvdNxN